(11) .
    • 12 JUL 10
    • 0
    Cães e gatos também sofrem com o tempo seco em SP (TV GLOBO)(Foto: Divulgação/Hospital Veterinário Sena Madureira)

    Animais domésticos têm de receber até inalação em alguns casos. Número de casos em hospital veterinário aumentou quase 20%.


    A escassez de chuvas em São Paulo também prejudica cães e gatos. Com a baixa umidade do ar, as vias respiratórias dos animais ficam irritadas e o acúmulo de secreções é ainda maior: alguns deles precisam receber inalação para se manter saudáveis. Animais recém-nascidos, idosos e que já convivem com doenças respiratórias – como asma e pneumonia – precisam de atenção nessa época do ano. “É importante que eles bebam bastante água. Em alguns casos, recomenda-se até que o proprietário ligue um umidificador”, diz Fernanda Fragata, diretora clínica do Hospital Veterinário Sena Madureira. Segundo ela, foram registrados mais casos na última semana. “O aumento gira em torno de 18%.” Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), deve chover nesta terça (13), o que deve amenizar o impacto do tempo seco, aumentando a umidade do ar.

    Deixe um comentário →