(11) .
    • 12 MAI 15
    • 0
    Coelho também é pet? (Matéria na Coluna da Dra. Fernanda do Hospital Veterinário Sena Madureira na Revista Época)Coelhos na ilha de Okuno, no Japão. (Foto: Chris McGrath/Getty Images)

    Cada vez mais o coelho tem sido adotado como bicho de estimação. Quais cuidados são necessários para ter um?


    Os coelhos são animais sociais e adoram ficar perto da família. Assim como os outros pets, eles precisam de uma boa alimentação, interação social e exercícios. Mas é importante se informar bem sobre os hábitos e as necessidades dessa espécie antes de adotar o bichinho.

    Eles precisam de atenção, cuidados e muito carinho. Outro ponto importante a ser avaliado é se ter um pet cabe em seu orçamento, pois, além do custo básico mensal, entram os extras caso ele fique doente. E ao adotar um amigo pet, lembre-se de que deve ser pra vida toda, não cabe arrependimento no meio do caminho.

    Os coelhos vêm ganhando cada vez mais espaço nos lares brasileiros. Adoráveis e cheios de personalidade, os coelhos são também muito curiosos e a casa precisa ser preparada para evitar acidentes. O ideal é que quando não estiverem sendo supervisionados, eles fiquem em um local restrito e seguro, longe de buracos, fios ou escadas, pois eles são muito curiosos e persistentes e podem se machucar. Quando entediados, eles tendem a roer e mascar o que virem pela frente. Por isso, proteja suas coisas. Existe uma infinidade de modelos de casinhas ou gaiolas que podem conferir conforto enquanto você estiver fora.

    A alimentação é outro ponto chave na criação e é importante oferecer apenas alimentos próprios para eles. Em média, um coelho pode viver por volta de dez anos e, assim como os gatos, eles não gostam muito de sair de casa. Viagens costumam ser bastante estressantes para eles.

    Assim como os cães e os gatos, existe uma variedade de raças e tamanhos. As raças mais populares são o angorá, de pelagem longa e sedosa, o lop que possui orelhas compridas e caídas, o holandês com orelhas compridas e esticadas, o rex cuja pelagem lembra camurça, o polonês que é parecido com o holandês, porém pequenininho, o lion head que possui uma pelagem semelhante a juba de um leão, o hotot que lembra uma chinchila. Vale lembrar que o coelho tem suas particularidades e precisa ser assistido por um veterinário especialista em animais silvestres.

    Deixe um comentário →