(11) .
    • 03 JUN 15
    • 0
    Fumaça de cigarro também faz mal para cães e gatos (Matéria na Coluna da Dra. Fernanda do Hospital Veterinário Sena Madureira na Revista Época)

    Pets que vivem em lares de pessoas fumantes têm maior propensão para desenvolver doenças!


    Dia 31 de maio foi o Dia Mundial Sem Tabaco. Devido ao enorme prejuízo que o hábito de fumar traz à saúde, campanhas mostram de diversas formas os males que o cigarro causa para quem fuma e também para os que convivem com a fumaça de cigarro em casa.

    Cães e gatos que vivem em lares de pessoas fumantes têm maior propensão para desenvolver rinite, asma, bronquite e conjuntivite, por exemplo. Espirros, tosse, engasgos, falta de ar, olhos vermelhos e com coceira são alguns dos sintomas que indicam que as coisas não vão bem. Por serem doenças crônicas, representam um custo elevado com tratamento, exames e internações frequentes, sem falar nos medicamentos que vão desde antialérgicos, corticoides, broncodilatadores, até antibióticos e colírios.

    As complicações não são raras e o bichinho fica com a saúde frágil. A expectativa de vida cai consideravelmente. Alguns estudos apontam correlação também com o desenvolvimento de câncer.

    Nesta campanha sem tabaco, toda a família, e o pet faz parte dela, se une em benefício da saúde dos bichinhos e de quem eles tanto amam: você. Pense nisto antes de acender um cigarro. Agora, se a dificuldade em parar de fumar for muito grande, evite essa prática dentro de casa, ou na companhia de seu pet.

    Deixe um comentário →