(11) .
    • 04 JUN 14
    • 0
    Os cuidados que você deve ter com os pets na Copa do Mundo! (Matéria na Coluna do Dr. Mário Marcondes do Hospital Veterinário Sena Madureira na Revista Saúde).Para que o seu pet aproveite os jogos tanto quanto você, lembre-se de incluí-lo na lista de preparativos para o evento. Foto: Getty Images

    Barulho e mudanças na rotina são alguns dos fatores que tiram os animais do sério. Saiba o que fazer para protegê-los durante os jogos.


    Faltando poucos dias para a Copa do Mundo já pode ser notado o início dos preparativos para as festividades em todo o país. Dentre as muitas atividades encontram-se idas ao supermercado para o preparo de aperitivos e quitutes, compras de aparelhos novos de televisão e decoração da casa para receber os amigos. E dentro de toda essa bagunça será que alguém se lembrou dos nossos queridos amigos? Eles mesmos, os cães e gatos. Saiba que nessas épocas de festividades quem mais sofre são eles. Isso porque os animais se incomodam muito com mudanças em sua rotina e também com o incômodo do barulho que tudo isso acarreta. É sabido que nossos animais de estimação possuem uma maior acuidade auditiva quando comparados aos humanos, ou seja, ouvem muito mais os sons do que a gente. Portanto, se para nós os barulhos de rojões durante os jogos podem ser um tormento, imagine para os pets!

    Pois bem, já deu para perceber que esses bichos podem sofrer muito com toda essa bagunça ao seu redor. Por esse motivo, incluí-los na lista de preparativos torna-se de suma importância para evitar maiores apuros. Muitos veterinários recomendam a confecção de um check-list de atividades, incluindo algumas dicas importantes para proteção dos animais.

    Estatisticamente, observa-se um aumento de 30% dos casos de animais que são internados porque passaram mal durante os jogos. E o seu bicho pode ser a próxima vítima. Portanto, seguem algumas dicas preciosas para evitar maiores problemas:

    · Escolha um local adequado para que o animal permaneça protegido durante os jogos. Pode ser um cômodo isolado, devidamente arejado e longe do barulho. Prepare o local com uma caminha, um edredom ou paninho que ele esteja acostumado (para se sentir seguro).

    · Retire do local objetos cortantes ou que possam quebrar (durante o barulho dos fogos, os animais podem se assustar e um vaso de vidro por perto pode machucá-lo!).

    · Utilize algodão parafinado, prescrito pelo veterinário, para tapar os ouvidos do bicho. Essa medida simples auxilia muito no abafamento do som.

    · Deixe-os num ambiente tranquilo, com água fresca e ração.

    · Diga aos convidados que os aperitivos não são próprios para animais e podem causar diarreia se oferecidos aos bichos.

    Esses cuidados simples podem fazer toda a diferença para que um dia tão agradável de convívio com os amigos e familiares não se torne um problema para todos. Bons jogos!

    (Dr. Mário Marcondes, diretor clínico do Hospital Veterinário Sena Madureira, em São Paulo é colunista da Revista Saúde (Editora Abril))

    Deixe um comentário →