(11) .
    • 12 FEV 15
    • 0
    Os pets também curtem o carnaval? (Matéria na Coluna do Dr. Mário Marcondes do Hospital Veterinário Sena Madureira na Revista Saúde)Thinkstock / Getty Images

    A chegada dos dias de folia significa muita festa e barulho. O que para as pessoas pode ser considerado divertido para os pets pode ser um grande problema.

    Isso porque eles não se sentem nada confortáveis com toda a bagunça, já que possuem uma acuidade auditiva muito maior que a nossa. Ora, se para a gente a passagem de um trio elétrico ou bloco de rua pode ser bastante ruidoso, o que dirá para cães e gatos?

    Ocorre que muitas pessoas insistem em levar seus grandes amigos de patas no trio ou no bloquinho, às vezes até fantasiados ou com a pelagem tingida de diversas cores. A intenção é boa: por que não levar meu fiel companheiro de todas as horas para se divertir comigo?

    Mas a resposta a essa indagação é bem simples: animais gostam é de sossego. Para eles, muito barulho e agitação pode ser um tremendo incômodo. Sem contar o calor. Eles não suam como a gente para controlar a temperatura do corpo. Fazem isto ficando mais ofegantes e trocando o calor interno com o ambiente pela boca. Agora imaginem, em um dia bem quente, um animal meio perdido e fantasiado participando de uma longa caminhada, com muita gente, barulho e agitação. Essa receita pode ser bem indigesta e culminar num colapso, levando o bicho a uma crise de hipertermia, por exemplo. Crise esta capaz de gerar convulsões, desmaios e até problemas renais se não remediada a tempo.

    As próprias tinturas de pelos podem causar encrencas. Existem produtos próprios para serem usados nos cães, mas eles precisam sempre ser testados para averiguar se despertam uma reação alérgica. Deve-se aplicar uma quantidade mínima na extremidade da pata e verificar se apresenta algum sinal de alergia como coceira e vermelhidão antes de se aventurar a tingir o animal inteiro, o que pode predispor a uma crise alérgica generalizada.

    Então fica a pergunta: vale a pena compartilhar esses momentos do carnaval com o pet? A isso respondo: vale, sim, mas com muito bom senso! Ele pode acompanhar o dono na viagem, mas é mais prudente separar um local arejado no destino, com muita água fresca para mantê-lo hidratado nos dias de calor dessa época do ano e longe de todo o barulho. Talvez você possa curtir muito a folia e depois ainda receber lambidas de agradecimento quando chegar em casa e seu amigo estiver lá, bem protegido de toda a bagunça. Pense nisto e preserve seu grande amigo . Ele certamente ficará agradecido.

    Deixe um comentário →