(11) .
    • 22 OUT 14
    • 0
    Saiba como o horário de verão pode afetar os pets (Matéria na Coluna do Dr. Mário Marcondes do Hospital Veterinário Sena Madureira na Revista Saúde).Para que os pets não sofram com as alterações, coloque-os para dormir ou acorde-os nos horários de costume. Foto: damedeeso/Thinkstock/Getty Images

    É comum escutarmos que, durante a transição para o horário de verão, muitas pessoas ficam mais cansadas. Isso se deve principalmente à alteração da qualidade do sono, que pode ficar comprometida nesse período. Os mais afetados costumam ser as crianças, que acabam demorando um pouco mais para entrar nos eixos. Mas e os pets? Eles também podem sofrer com essas mudanças? A resposta é sim!
    Cães e gatos, assim como a criançada, acabam se habituando a uma rotina. Quem nunca presenciou aquele momento em que o cãozinho, mesmo sem relógio, avisa o dono que está na hora de fornecer a sua comida? Eles se acostumam com o dia a dia da casa e até com a presença ou a ausência da luz solar.
    Com a chegada do horário de verão e durante a semana de transição, tudo isso pode mudar. Portanto, não estranhe se o seu pet estiver sonolento ou pedir a comida em um horário diferente – essa adaptação pode levar pelo menos sete dias. Para ajudar seu amigo, procure manter uma rotina normal em relação à nova referência de tempo. Colocar o animal para dormir e acordá-lo na hora certa ou ajustar os momentos dos passeios e da alimentação são dicas para acelerar esse processo e garantir que a sua saúde não seja prejudicada.

    Deixe um comentário →