(11) .
    • 14 ABR 12
    • 0
    Você conhece catnip, o ‘estimulante’ do gatinho? (TV Record – R7 Bichos – Roberta Salles)Nem do bem, nem do mal: a administração da erva do gato tem que ser avaliada conforme seu comportamento

    Efeito da erva do gato tem que ser avaliado em cada caso, de acordo com o comportamento do bichano.


    Estimular a interação e deixar o bichano mais ativo é o propósito da erva catnip, chamada também de ‘estimulante’ do gatinho. A erva, cientificamente denominada Nepeta cataria, normalmente ativa o sistema nervoso central por meio da olfação.

    Ou seja: o gatinho cheira a erva e pode ficar muito feliz. Segundo especialistas, a erva do gato é saudável e faz com que o bichano preguiçoso brinque mais, role pelo chão, se esfregue em objetos ou em seus donos e até interaja melhor com outros gatos.

    O produto pode ser encontrado em pequenas porções de matinho, embutido dentro de brinquedinhos ou até mesmo em almofadas e arranhadores.

    Além disso, a catnip também pode ser indicada para tratamentos de obesidade, justamente por tornar o bichano mais ativo. Mas especialistas afirmam que é muito importante observar os resultados.

    De acordo com Andrezza Avila, veterinária-supervisora do Hospital Veterinário Sena Madureira, porque deixar seu gato estressado ou com problemas digestivos?

    — Se o gato ficar estressado, agressivo e mudar completamente seu comportamento, o conselho é não dar mais o produto ao gatinho. Afinal, quem quer vê-lo violento ou nervoso?

    Mas se ele reagir bem e virar um brincalhão…

    — A erva catnip pode ser dada todos os dias, ou de três em três dias, não há contraindiação se a reação for boa.

    ‘Estimulante’ do gatinho

    O veterinário e professor do curso de graduação em veterinária da Universidade Anhembi Morumbi, Fabrício Lorenzini, recomenda o uso da erva aos gatos que estejam acima do peso e que sejam sedentários.

    — Gato é um bicho preguiçoso por natureza e muito difícil de levar para passear. Estimular os feromônios do bichano pode fazer muito bem à sua saúde.

    Segundo Lorenzini, cada gato age de uma forma distinta ao produto justamente porque a catnip desperta tipos diferentes de feromônios.

    — O produto não vicia. Mas é chamado de ‘maconha do gatinho’ por ter o efeito visual similar: o gato parece maluco, às vezes. Roda, pula, se esfrega e pode também ficar calminho, quietinho, como os usuários humanos da Cannabis sativa.

    Entretanto, a única contraindicação a ser observada é se o gato passa mal de alguma forma.

    — Caso contrário, o bichano pode ganhar sua dose diária de catnip e ficar empolgado a seu modo.

    Deixe um comentário →