(11) .
    • 23 DEZ 13
    • 0
    Você sabia que os pets precisam de cuidados especiais no Natal? (Matéria na Coluna do Dr. Mário Marcondes do Hospital Veterinário Sena Madureira na Revista Saúde).

    Nessa época de festas, aumenta em 30% o número de animais nos hospitais veterinários. Uma das principais causas do problema é a ingestão de petiscos da ceia e pequenos objetos.

    Na hora da troca de presentes, fique atento para que o pet não engula algum objeto.

    É isso mesmo! Com toda esta correria de final de ano, preparativos para a ceia, compra de presentes, marcação de viagens e por aí vai…. e nossos melhores amigos? Como ficam neste tumultuado emaranhado de compromissos?

    Pois saiba que nesta época do ano existe um aumento de 30% no número de animais internados em hospitais veterinários justamente porque eles ficam praticamente esquecidos em relação aos principais cuidados e podem sofrer acidentes.

    Uma das causas de problemas de saúde é a ingestão de petiscos na ceia de Natal, oferecido por convidados que, muitas vezes, não sabem que os animais precisam ingerir dietas especificas e balanceadas. Quando os bichos ingerem um pedaço de peru e outros petiscos da ceia podem apresentar diarreia e vômito, por exemplo, e desidratar rapidamente. Alguns apenas com a bagunça de tanto entra e sai na casa podem ficar muito estressados e descompensar de doenças existentes. Outros podem aproveitar a excitação da criançada ao receber seus presentes e ingerir uma peça de um brinquedo, por exemplo, o que certamente fará com que os donos passem o restante da noite de Natal na sala de espera de um pronto-socorro animal, enquanto aguardam a retirada do objeto através de uma endoscopia.

    Por isto, o melhor é inserir nossos amigos nos preparativos para a festa, prevenindo os principais acidentes. Separe um local fresco, arejado e longe da bagunça. Coloque uma caminha e objetos que ele esteja acostumado para estar ambientado. E avise os convidados que o seu animal vai estar neste cômodo durante a festa porque acaba se estressando com o barulho e não pode ter acesso a comidas diferentes que fazem mal a sua saúde.

    Muitos alimentos próprios para cães também são oferecidos para venda nesta época do ano, como o panetone canino. Estes são liberados para o consumo dos animais, mas devemos lembrar que não devemos oferecer apenas petiscos para eles se alimentarem. Portanto, se for oferecer algum destes produtos natalinos próprios para animais, lembre-se: ofereça como um petisco, apenas uma pequena porção, e nunca substitua a ração, que deve ser a dieta principal. E não esqueça: inserir o seu pet nos preparativos do Natal pode ser a grande saída para que todos os membros da família, incluindo nossos amigos peludos passem um Natal repleto de alegrias!

    Feliz Natal!

    Deixe um comentário →