(11) .
    • 16 JUN 10
    • 0
    Festa Junina: seu bichinho pode participar? (PetMag – - Por: Monique Souza)

    Animais precisam manter uma alimentação equilibrada, por isso, nada de oferecer guloseimas típicas da festa.


    O mês de junho é marcado pelas celebrações que homanageiam santos populares, como Santo Antônio, São João e São Pedro. Mais conhecidas como festas juninas ou quermeces, os eventos acontecem por todo Brasil, com direito a fogueira, balões, quadrilha e muitas comidas típicas. E diante de tanta alegria, será que os bichinhos de estimação também podem participar desse arraiá?

    Se considerarmos que eles têm uma capacidade auditiva quatro vezes maior que a humana, um ruído que não traria incomodo algum para o homem pode ser ensurdecedor para o cão. Isso explica porque muitos cachorros perdem a compostura ao escutar os fogos de artifício, enquanto outros se escondem de tanto medo.

    Por esses e outros motivos que o médico veterinário Marcelo, São Paulo, condena a participação dos animais em festas do gênero. Segundo o especialista, além do barulho excessivo, o cão acabará ingerindo restos de comida e doces, o que acarretará em vômitos e diarreia. “Alimentação em excesso, doces, carboidratos demais, comidas condimentadas e com muita gordura são os principais erros na hora de alimentar os animais”, esclarece.

    Já o dr. Mário Marcondes dos Santos, diretor clínico do Hospital Veterinário Sena Madureira, também chama a atenção para os animais doentes, como os cardiopatas e obesos, que tendem a sofrer ainda mais com uma alimentação inadequada. “Animais que sofrem de problemas cardíacos podem desenvolver diarreia, além de descompensar a doença cardíaca já que eles não podem ingerir alimentos com sal”. Ele lembra ainda que no caso dos obesos que estão de dieta, oferecer as guloseimas de festa junina podem fazer o animal voltar a ganhar peso. “O correto é sempre manter uma alimentação equilibrada, oferecendo somente uma boa ração e água fresca filtrada”.

    O veterinário explica que, caso o dono queira variar a alimentação de seu bichinho, o ideal é oferecer diferentes tipos de ração e também biscoitos próprios. “O que pode ser feito é escolher duas ou três boas marcas de ração e quando o proprietário achar que deve variar pode trocar os sabores”.

    Ele orienta ainda que nesse caso, a troca deve ser gradual e feita durante uma semana, trocando a ração antiga pela nova, misturando um pouco da nova na antiga até ficar somente a nova ao longo de uma semana. “Isso fará com que diminua o risco de diarreia ocasionada pela troca repentina de alimento”, explica o dr. Mário.

    Deixe um comentário →

Conheça o Hospital

Primeiro Pet Hotel 6 estrelas ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️ em SP. Vai viajar? Reservas (11) 5572-8778.

pethotel3

"Novo Pet Hotel 6 estrelas do Hospital Veterinário Sena Madureira é destaque na TV Record. Confira!"

"E ainda tem mais..."

pethotel4pethotel2pethotel